Atalhos

Combater a crise: poupar


Pelas notícias que correm penso que é bastante razoável dizer que estamos oficialmente em crise. A situação de crise é naturalmente negativa, mas tem o condão positivo de nos obrigar a apelar a um dos pilares básicos da gestão financeira: poupar.

Poupar é a palavra de ordem, não só porque poupar nos permite ter fundos de reserva para suportar períodos mais conturbados como também não há investimento sem haver poupança. Com esta ideia em mente vou publicar semanalmente uma dica relevante sobre como poupar mais algum dinheiro, a começar hoje.

Algumas das dicas terão um impacto financeiro mais significativo, algumas serão mais indicadas para determinadas pessoas, mas todas serão importantes, porque além da poupança concreta o objectivo é incutir nas pessoas uma mentalidade de poupança. Conto, como sempre, com a vossa ajuda para sugestões de poupança, dúvidas e tudo o mais que quiserem partilhar.

Então aqui vai a primeira dica:

Escolher um serviço adequado de Internet

A Internet está cada vez mais presente nos nossos lares e normalmente representa um encargo fixo significativo, comummente associado ao serviço de TV e/ou Telefone. A poupança neste encargo traduz-se de grande importância, uma vez que sendo recorrente significa que €1 poupado este mês são €12 poupados num ano.

Felizmente a oferta é muita e variada. Se não for um utilizador especialmente intensivo (usa a Internet para navegar na Web, ver os mails, uns filmes no YouTube e o ocasional download), considero que dispor de um serviço de 4Mb é mais do que suficiente. Este serviço pode custar-lhe qualquer coisa como €19,82 na Netcabo ou €19,74 na Clix. Compare isto com os 18Mb da Netcabo (€35,30 sem promoções) ou os 24Mb da Clix (€39,57 sem promoções).

Resumindo, se optar por um serviço de Internet menos rápido (e digo-lhe já que na maior parte dos casos não notará diferença), pode poupar €15/mês (ou €180/ano), dependendo do serviço que tiver hoje em dia.

E para quem tem triple play?

Para quem tem triple play, a ideia é mais ou menos a mesma. Na Zon tem um pacote que custa €57,99 (80 canais + Net 8Mb + Telefone chamadas grátis) e outro que custa €34,80 (16 canais + Net 2Mb + Phone). Acha mesmo que vale a diferença de quase €280/ano?

Estou certo que alguns de vós consideram os pacotes mais caros como um tipo de recompensa para o árduo trabalho do dia-a-dia. Mas já pensou que há coisas muito melhores (e grátis) que pode fazer com o seu tempo? E que são essas coisas é que trazem a efectiva recompensa? Pense nisso (e aproveite também para pensar onde vai buscar tempo para ver 80 canais).

Última actualização: 24/11/2014

Partilhe:

21 comentários a Combater a crise: poupar

  1. Bri Fevereiro 9, 2011 at 18:24 #

    Pedro,
    Obrigada pela resposta!

    Continue este trabalho fantástico. É óptimo aprender consigo!

    Cumprimentos

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa