Atalhos

Curso de Finanças Pessoais



Kash - Finanças Pessoais

Há poucos dias fui convidado para assistir a um Curso de Finanças Pessoais, dado pela Kash, sob a orientação do Pedro Carrilho – recente leitor do blog. Confesso que não sabia da existência desse tipo de cursos em Portugal, mas pareceu-me uma óptima oportunidade para aprender um pouco mais e conhecer alguém com interesses similares.

Analisei de forma breve o site da Kash e como os conteúdos se mostraram relevantes e bem desenvolvidos, calculei que ir ao curso não seria uma perda de tempo mas sim um investimento. Assim me decidi a ir.

O orador

O curso estava a cargo do Pedro Carrilho, que se mostrou um bom comunicador. Está à vontade para transmitir e interagir, e facilmente nos apercebemos que sabe do que está a falar. Proporciona aos formandos um ambiente estimulante (e umas pequenas surpresas) e esforça-se por transmitir, de forma clara e efectiva, uma mensagem que nem sempre é fácil de entender.

Falar de finanças pessoais exige alguma perícia, é necessário traduzir conceitos relativamente complexos em conceitos simples de entender e praticáveis – tarefa que o Pedro consegue efectuar com aparente facilidade.

O curso

O curso é o resultado de muita investigação e estudo por parte do Pedro, que dedica dias e dias da sua vida a ler e a matutar sobre este tema tão importante para todos. Este esforço dá origem a um curso bem estruturado e diversificado, abrangendo os principais conceitos e aflorando temas mais complexos.

Em termos estruturais, o curso está dividido em três partes lógicas. A primeira preocupa-se com uma melhor compreensão do papel do dinheiro na nossa vida. A segunda foca a poupança, a sua importância e métodos. Por fim, fala-se de investimentos, formas de rentabilizar as nossas poupanças.

Para além dos importantes conceitos teóricos, o curso tem uma vertente muito prática. Não só o Pedro dá dicas de actividades e acções que podemos efectuar para dinamizar as nossas finanças pessoais, como também disponibiliza algumas ferramentas de uso simples e eficaz.

Por esta altura é fácil de entender que fiquei muito satisfeito com o curso. Fiz algumas sugestões de melhoria (algumas delas entretanto incorporadas), mas posso afirmar que está um óptimo curso.

Parceria

Dada a sintonia existente entre este blog e o trabalho do Pedro Carrilho, esta pequena análise e opinião sobre o Curso de Finanças Pessoais é o primeiro passo de uma parceria recém-formada, cujos resultados surgirão ao longo dos próximos dias (não percam as novidades).

Entretanto, se pretende aprender mais sobre dinheiro e sobre como melhor gerir a sua vida financeira, registe-se já no próximo curso. É um investimento em si.

Última actualização: 02/02/2017

Partilhe:

, ,

14 comentários a Curso de Finanças Pessoais

  1. Pedro Rosa Janeiro 16, 2010 at 1:19 #

    [Editado por Pedro Pais]. O que ele [Pedro Carrilho] “ensina” no livro é de verdadeiro senso comum (até aos 10 anos de idade ja tinha aprendido como poupar com o meu avô). Quem quer verdadeiramente poupar sabe como fazê-lo, não precisa de leituras ou cursos nenhuns de senhor.

    Aqui fica mais uma dica que o sr. do livro se esquece de meter lá: Não gaste $ neste livro ou em cursos. Sharammmm agora também ja sou visto como especialista em finanças certo? Inventei uma nova forma de poupar e tudo.

    Fiquem bem

  2. Pedro Pais Janeiro 17, 2010 at 20:01 #

    @Pedro Rosa,

    É livre de achar o que quiser dos cursos que a Kash dá, mas ofender o Pedro Carrilho parece-me de muito mau tom e é algo que não admito no meu blog. O seu comentário foi portanto editado e agradeço que não volte a fazer este tipo de comentários.

  3. €ureka Janeiro 17, 2010 at 21:08 #

    interesso-me por assuntos de finanças pessoais desde à 1 ano. ja li varios livros e inclusivé va fiz o curso de finanças pessoais on-line so não fiz mais nenhum pois os cursos sao concentrados em lisboa e porto e fica-me um pouco longe para me deslocar.

    “não ensina nada de especial”, não é bem assim o sr.pedro carrilho faz-nos pensar em assuntos que toda a gente sabe mas que não paramos para pensar o quao importante sao. Apontar todas as despesas, pagar primeiro a nos, constituir o fundo de emergencia, são algumas das dicas dadas e que sao muito uteis.

    somos livres de comprar ou não os livros ou de fazer os cursos, mas uma coisa é certa, não é dinheiro deitado fora, mas sim um investimento na nossa educação financeira

  4. Henrique Junho 24, 2010 at 12:25 #

    Obrigado por este tópico. Embora já de longa data esta informação é sempre útil.

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa