Atalhos

Dia livre de impostos (Tax Freedom Day)



Quarta-Feira (16 de Maio de 2007) foi o primeiro dia livre de impostos em Portugal que, apesar de não ter sido feriado, constitui uma importante data para todos os contribuintes.

Dado ser o primeiro dia onde o cidadão contribuinte passou a criar riqueza para si e não para o Estado, foram 136 dias a trabalhar apenas para cumprir com as obrigações para a Segurança Social e Fiscais.

Para os pessimistas e rigorosos a data não se fica pelo dia 16 de Maio, passa a ser dia 15 de Junho, ficando 166 dias a trabalhar para a alimentar todas as despesas com a função pública, ao nível do investimento, salários e outros encargos.

Neste estudo realizado pela Universidade Nova de Lisboa e pela Associação Industrial Portuguesa, verifica-se que a carga fiscal assume 36,9% do Produto Interno Bruto (PIB), a qual descriminada por imposto/dia dá:

  • 46 dias de trabalho para pagar a Segurança Social;
  • 32 para pagar o IVA; 20 para o IRS;
  • 7 para o ISP;
  • 4 para o Imposto sobre o Tabaco;
  • 4 para o Imposto de Selo e 3 para o Imposto Automóvel. Restando 8 dias para os restantes impostos.

Apesar de acharmos 136 ou 166 dias imenso tempo, somos dos países que cumpre mais cedo todas as contribuições, sendo a Irlanda o país que consegue cumprir mais rápido com apenas 122 dias.

Para mim não interessa ser 166 ou 186 como no caso da Suécia, mas sim o que o Estado faz das minhas contribuições ou como os dias que trabalho para ele.

Escrito por Óscar Bernardes em 16 de Maio de 2007

Última actualização: 02/02/2017

Partilhe:

, ,

Um comentário a Dia livre de impostos (Tax Freedom Day)

  1. Blaine Hawke Junho 14, 2007 at 10:14 #

    This one makes sence “One’s first step in wisdom is to kuesstion everything – and one’s last is to come to terms with everything.”

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa