Atalhos

Simulador IRS 2012

Atenção: Antes de simular o seu IRS, tenha a certeza que tem a última versão (12), sempre disponível aqui.

Tal como tem acontecido desde 2008, o Francisco Mesquita disponibiliza o Simulador IRS 2012, uma ferramenta extremamente útil gerada através do seu esforço pessoal e que tenho grande prazer em publicar aqui no blog.

simulador permite calcular de forma prática o valor de IRS a receber/pagar, para os contribuintes que tenham rendimentos das categorias A (trabalho dependente), B (trabalho independente), E (capitais), F (prediais), G (incrementos patrimoniais) e H (pensões), contemplando ainda rendimentos obtidos no estrangeiro e não residentes, sem esquecer que incorpora as diferentes regras aplicáveis a contribuintes do Continente, da Madeira, dos Açores ou no Estrangeiro.

Simulador IRS 2012

Espero que o Simulador IRS 2012 vos seja bastante útil. Os agradecimentos devem ir direitinhos para o Francisco.

Partilhe:

542 comentários a Simulador IRS 2012

  1. Joaquim Mendes Maio 27, 2013 at 16:02 #

    O Simulador IRS 2012, está muito bom, e prático. Gostaria apenas de perguntar porque é que no anexo G não aparece o quadro 8 (Alienação Onerosa de Partes Sociais e outros valores mobiliários)

    Aparece o quadro 4 (Valores Imobiliários) mas falta o quadro 8 (Principalmente para quem transaciona ações e obrigações)

    Obrigado e bom trabalho

  2. Karina Maio 27, 2013 at 23:39 #

    Boa noite,

    Estive a pesquisar bastante no vosso, mas não encontrei a resposta para as minhas questões.

    Também efectuei simulação no vosso simulador IRS e apesar de maioritariamente nos comentários afirmarem que os valores são exatos, no simulador das finanças vs o vosso, para mim dá-me valores muito diferentes… No simulador das finanças vou receber cerca de 60€ enquanto que no vosso tenho de pagar cerca de 400€

    A questão que coloco é a seguinte:

    Sou trabalhadora por conta de outrém cujo rendimento anual é de 14.846,70€.

    Possuo crédito habitação mas infelizmente não consigo suportar as despesas então tive que alugar a minha casa. Consequentemente pago renda na casa onde vivo.

    Ou seja, possuo uma despesa mensal referente à renda onde vivo e tenho rendimento predial referente ao imóvel que sou pseudo-proprietária.

    Disseram-me que posso optar pelo não englobamento dos rendimentos prediais, é verade? Depois de deduzidos das despesas de IMI, seguro (multiriscos) e condomínio?

    Essa opção do não englobamento é no quadro 5 do anexo F que se escolhe? Esta situação é possível?

    Desde já fico muito agradecida pela vossa ajuda.

    • Joaquim Félix Maio 28, 2013 at 2:54 #

      Com referência ao simulador não sei que valores colocou nos simuladores, se dá diferente, é porque colocou situações diferentes.

      Os valores podem não ser exactos, podem divergir em alguns cêntimos nos arredondamentos, até mais se no pagamento vierem a estar incluídos juros de retenção…

      No caso que aqui relata, falta conhecer a situação ao pormenor, como por exemplo: Qual é a morada fiscal a 31 de Dez 2012?
      Os contratos de arrendamentos são a tripartido? (fisco, senhorio e inquilino)

      De qualquer modo, se a morada fiscal é da casa do crédito à habitação, pode e deve colocar os juros pagos ao banco, nesse caso não poderá colocar as rendas da outra casa que está a pagar renda.

      Se a morada fiscal é a da casa que paga renda, pode colocar os juros do empréstimo da casa que arrendou, mas também tem de declarar as rendas recebidas dessa casa, não podendo colocar as suas rendas pagas.

      Se quiser colocar as rendas pagas da casa actual (supondo que a casa que arrendou é acordo com o fisco, tripartido), não pode colocar os juros da que arrendou, só declarar as rendas recebidas.

      A outra questão do englobamento, é só para casas inscritas no quadro 4 mas que foram alvo de reabilitação com comprovativos de tal. (nesses casos pode optar)

      cps
      J.Félix

  3. Karina Maio 28, 2013 at 23:15 #

    Caro J. Félix,

    Muito obrigada pela sua disponibilidade. Já percebi o desafasamento de valores… No fundo estava a gozar de dois benefícios (juros de aquisição de HPP + renda HP) e claro, o Gasparzinho não permite!

    Assim, optei por declarar as rendas que pago, sempre favorecem a situação uma vez que a morada fiscal é onde resido atualmente.

    Obrigada pela ajuda e total disponibilidade.
    Cumprimentos,
    K.

  4. vitor fonseca Maio 30, 2013 at 2:08 #

    . A minha dúvida recai sobre um curso prático fundamental para a profissão? como um curso de suporte avançado de vida tirado por um enfermeiro Campo 411 ou 803, a diferença na simulação se for no campo 803 ganho 600 euros a mais…..

  5. carlos soares Maio 31, 2013 at 11:24 #

    boas
    eu gostava de saber se tenho que por o anexo do ss e ja
    sou trabalhador por conta de outro
    e ja agora o que e o ss?

  6. Bella Piedade Julho 21, 2013 at 17:11 #

    Boa tarde,

    Por favor ajudem-me a saber o porquê de receber de subsidio de ferias e a pensão euros: 1.143,65, sendo a pensão da S.Social de 1.090,88, unica titular a morar no continente.
    O v/ Blog e muitissimo importante para nos tirar as duvidas que a S.S. nunca tira muito obrigado.
    Isabel Piedade.

    PF mandem-me resposta para o meu mail, porque não consigo ler aqui as v/ respostas muito obrigado,

    • Bella Julho 25, 2013 at 22:28 #

      Cumprimentos,

      Esqueci-me de perguntar se em Dezembro vou receber algo mais do subsidio de férias?
      Obrigada pelas ajudas sempre muito uteis e da v/ disponibilidade.
      Boa noite,
      Bella Piedade

    • Joaquim Félix Agosto 19, 2013 at 22:45 #

      Sim vai receber os outros 50% que neste caso deve ser os 52,77€

      O artº. 77 veio retirar grande parte do subsídio de férias, a partir dos 1100€ o pensionista só recebe 10% da pensão ficando os 90% para a Seg.Social…

      http://bdjur.almedina.net/item.php?field=item_id&value=1757506

      Já não sei se quero ir para a reforma daqui a alguns anos, são tantos os descontos…
      Mais ainda, o factor de sustentabilidade é cada vez mais baixo, está em 91,3% e prevejo que esteja em 80% em 2020, ou seja 80% de 80% dá 64% da remuneração de referência nessa altura.

      cps
      J.Félix

  7. Bella Piedade Agosto 26, 2013 at 1:29 #

    Boa noite Sr J. Félix,
    muito obrigado pela sua resposta, mais uma vez me ajudou e estou imensamente agradecida.

    Pensava que ganhando de pensão da S.Social brutos 1.090,88, não era abrangida dessa forma e que iria receber algo mais em Dezembro.

    Da seg Social mandaram-me um mail com:

    1188-0,98×1090,88= 104,58. em dez o restante, fiz as contas dava a receber 934,48, deduzindo os 15% do irs claro.

    Porque ganhava mais que 600 e menos que 1.100 euros.
    Eu fiquei ainda a pensar que me estavam a responder verdade, com esta idade ainda acredito nestes aldrabões da seg social e neste governo.Desculpe.
    Muito obrigado pela v/ sempre pronto esclarecimento e disponibilidade, se nao fosse o v/ Blog eu nunca ficava a saber nada,
    Canso-me de ler todos os artigos, mas nunca dao certo com aquilo que me pagam. Estou a ficar completamente louca.
    Se o que escrevi acima fizer algum sentido por favor diga-me essa formula que a Seg Social me mandou esta bem?
    Mil vezes obrigado e uma boa noite,
    Bella Matroca

    • Joaquim Félix Agosto 26, 2013 at 6:09 #

      Para a pensão de 1090.88€ o subsídio de férias ilíquido é 118,94€ pago em 2 vezes, dá 59,47€ (este valor só por si seria isento de impostos, mas no final do ano faz aumentar os impostos)

      Recebe 1090,39€ de pensão e duodécimo do subsídio de natal líquidos, mais 53,26€ liquidos do subsídio de férias.

      Ou seja ao pagarem 59,47€ também retiram em simultâneo um desconto por conta de irs e sobretaxa de 6,21€
      Por isso é que recebeu 1143,65 (1090,39+53,26)

      cps
      J.Félix

    • Joaquim Félix Agosto 26, 2013 at 6:20 #

      A fórmula aplicada é essa, veja na minha tabela, na célula P16 que ela está lá aplicada.

      http://utilitarios.no.sapo.pt/tabela_subs_ferias_publ_pens_2013.zip

      cps

  8. Bella Piedade Agosto 27, 2013 at 22:47 #

    Boa noite,

    So para agradecer a sua atenção e a sua resposta.

    Muito obrigado por terem este Blog belissimo que me ajuda imenso.
    Bella Piedade

  9. M. Cristina Setembro 17, 2013 at 11:08 #

    Bom dia,

    Não consigo fazer uma simulação com valores a decalarar no anexo J.
    Será que me podem ajudar?
    Casados, residentes em Portugal, sem dependentes.
    Os valores declarados são:
    anexo J
    campo 416 = 3.883,00
    campo 422 = 6.743,66
    campo 411 = 3.236,51

    Podem clarificar-me qual será melhor optar pelo englobamento ou não?

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa