Atalhos

Lost in Translation



It has been a while since my last post.

One of the reasons I’ve been posting so rarely is that most things that cross my mind are about Portugal and the Portuguese society. I’ve been giving a lot of thinking about this issue and I concluded the following:

  • Most things I know of are about the Portuguese reality;
  • Most things I want to post about are related to Portugal, and quite meaningless to foreigners;
  • I write a lot better in Portuguese, quicker and more accurately;
  • Last but not least, the majority of my readers (of the few I have) are Portuguese.

So, I couldn’t find any good and valid reasons to continue to post in English. After this present post, all (well, almost all) of this blog’s posts will be in Portuguese. Over the next few days I’ll update the site layout in order to be Portuguese-oriented.

In case you you don’t understand Portuguese and enjoyed my site, let me thank you for having stopped by

Obrigado.

Última actualização: 05/02/2007

Partilhe:

9 comentários a Lost in Translation

  1. Viva Portugal Fevereiro 6, 2007 at 9:31 #

    YEAHHH…VIVA PORTUGAL!!! Posts em português é que é…..
    well done Pedro 😀

  2. Pedro Pais Fevereiro 6, 2007 at 14:10 #

    Viva!!! 🙂

  3. Tiago Rodrigues Fevereiro 6, 2007 at 16:58 #

    Também podias ter dois blogs, um para cada língua 🙂

  4. Pedro Pais Fevereiro 6, 2007 at 17:10 #

    Se o tempo esticasse até gostava. Fica na minha queue de acções a realizar em tempo incerto 🙂

  5. Tiago Rodrigues Fevereiro 6, 2007 at 17:24 #

    Eu quanto a essa coisa do tempo já disse o que pensava há tempos no meu blog: http://www.trodrigues.net/fragility/2007/01/18/on-blogs-and-rss-feeds.html

  6. Pedro Pais Fevereiro 6, 2007 at 21:34 #

    Tiago, queria deixar um comentário no teu blog, mas o processo é muito complexo…

    Mas estive a ler o teu post, que acho muito interessante, mas não entendi o que falaste em relação ao tempo. A única referência que encontrei foi: “Blog when you have something interesting to say”.

    Na realidade acho que tenho muito de interessante para dizer (na minha opinião), mas não tenho o tempo suficiente para investigar mais e expor as minhas conclusões.

  7. Tiago Rodrigues Fevereiro 6, 2007 at 21:38 #

    Muito resumidamente o que eu quis dizer com isso foi: mais vale fazer um ou dois posts por semana com bom conteúdo do que muitos pequenos posts em que não se diz nada decente. E depois, se os leitores usarem rss feeds não se fartam de verificar o blog por novos posts, porque vão recebe-los no respectivo feed reader quando novos posts ocorrem. É claro que também estou a ser um bocado utópico, e nem todos usam RSS feeds, mas a minha ideia de certa forma é essa.

    Quanto aos comments no meu blog, já não és a primeira pessoa que diz isso. Tenho mesmo de dar um toquezinho nisso 😐

  8. Pedro Pais Fevereiro 6, 2007 at 21:49 #

    Ah, sim dúvida. Eu próprio cometo o erro de por vezes fazer posts menos interessantes para “manter” a audiência.

    Se a adopção dos RSS feeds (do ponto de vista do leitor) fosse generalizada seria uma maravilha, como dizes.

    Entretanto, temos de fazer o possível para manter o interesse.

  9. Tiago Rodrigues Fevereiro 6, 2007 at 21:52 #

    Lá está ! São escolhas, opiniões. Cada um tem a(s) sua(s), e se assim não fosse a vida não tinha piada nenhuma 🙂

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa