Atalhos

Publicidade vs Realidade



Um recente anúncio da Clix tenta transmitir aos potenciais clientes que o serviço ADSL (ou triple-play até) é à borla. Ora isto é apenas uma meia-verdade. Não é fácil de verificar no anúncio (nas letras pequeninas), mas a borla é apenas válida para os primeiros 3 meses e sujeito a uma fidelização de 18 meses. A pergunta que me surgiu imediatamente foi:

Qual o mínimo de tempo que tem de se oferecer um serviço para que o mesmo possa ser anunciado como grátis?

Será que a Netcabo pode oferecer o serviço durante um mês e dizer que é grátis? E se for uma semana? E se for um dia? E se for uma hora?…

A verdade é que este deve ser o tipo de situações que cai num qualquer vazio legal, mas que é eticamente discutível. Os consumidores não são parvos e sabem bem que há qualquer coisa por detrás daquela oferta, mas não me parece que abone em nada para a credibilidade da Clix (ou para a dos operadores que adoptam procedimentos semelhantes*). E o pior é que distorce a percepção que o consumidor tem do mercado e dificulta a clara comparação entre os prestadores de serviço.

É evidente que a oferta de mensalidades pode ser uma mais-valia para o consumidor, mas não seria bem mais correcto anunciar, de forma clara e inequívoca, que é apenas para os três primeiros meses?

Consumidores: alerta

Nós, como consumidores, estamos constantemente a ser bombardeados com publicidade ilusória e devemos ter sempre uma postura inicial céptica. Se é bom demais para ser verdade, então é porque se calhar é mentira.

As empresas que promovem os seus serviços desta forma merecem que não lhes facilitemos a vida, independentemente da qualidade dos final seus serviços. Mas se o processo de divulgação já é obscuro, certamente que terei grandes dúvidas quanto ao serviço em si…

*Entre os procedimentos semelhantes conta-se as promoções da Netcabo e do Sapo, que têm um preço mais baixo nos primeiros meses.

Última actualização: 24/11/2014

Partilhe:

,

2 comentários a Publicidade vs Realidade

  1. Bruno Marques Março 8, 2008 at 14:46 #

    É verdade o que dizes mas nao se refere apenas a clix (ou sapo, ou netcabo) pois TvTel, cabovisão, claranet, etc apresentam ou já apresentaram o mesmo método para angariar clientes!

    ” *Entre os procedimentos semelhantes conta-se as promoções da Netcabo e do Sapo, que têm um preço mais baixo nos primeiros meses. ”

    Esqueces-te de referir também que todos os outros ISP’s (ou cerca de 90% deles) nao apresentam uma oferta igual (ou parecida) de internet como a clix pelo mesmo preço (ou idêntico), ou seja, Velocidades de 12Mbps ou 24Mbps DOWN, com 512kbps ou 1024 bps UP + telefone e tv…

    Enquanto os outros para uma pessoa ter estas velocidades tem que andar a pagar uma fortuna, por apenas 30 ou 40€ podemos ter (12 ou 24Mbps respectivamente)

    No caso de traffic shapping, a netcabo e tvtel, que eu conheça, é das que fazem um TS Agressivissimo, coisa que é ilegal, e que poucos reclamam por desconhecerem ou pura e simplesmente para nao se chatearem…

    Quanto a clix ADSL, é a única em que as velocidades são constantes, é a única em que o atendimento é relativamente rápido em relação aos outros isps, é um dos poucos que tem atendimento ao cliente 24h/dia 7 dias/semana…

    Estou com clix ADSL e estou satisfeitissimo… já tive sapo, vianetworks (depois claranet), e agora clix e estou contente…

    enfim.. são opiniões e de certeza que há muita gente que nao tem a mesma que a minha 🙂

    Parabens pelo blog e continuação,
    Bruno Marques

  2. Pedro Pais Março 11, 2008 at 20:36 #

    @Bruno,

    Obrigado pela tua importante nota. No artigo não fui exaustivo a mencionar as práticas publicitárias que condeno e concordo com a maior parte das que aí realçaste.

    Não posso (nem quis) tecer considerações sobre o serviço da Clix, pois nunca o utilizei na primeira pessoa. Só realcei este caso porque tem sido o mais “gritante” (zero euros parece uma excelente pechincha). Mas outros os outros são igualmente condenáveis.

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa