Atalhos

Calculadora Segurança Social trabalhadores independentes

Desde a introdução do novo código contributivo que anualmente em Outubro a Segurança Social apura a base de contribuição dos trabalhadores independentes, que como o nome indica é o valor ao qual será aplicada a taxa contributiva (tipicamente 29,6%) para se apurar o valor/contribuição a pagar mensalmente.

Na realidade, embora o trabalhador independente tenha uma base de contribuição (escalão) atribuída, existe a opção de escolher outra, dentro de certos limites e dependendo do rendimento relevante. Ainda de mencionar que em Fevereiro e Junho de cada ano o trabalhador pode pedir a alteração da base de incidência contributiva aplicada, dentro dos limites mencionados.

Se é trabalhador independente (ou se está a fazer as contas a um possível cenário), é do seu interesse apurar antecipadamente quais serão os escalões por que pode optar e respectivas contribuições mensais, pelo que abaixo disponibilizamos uma ferramenta que lhe proporciona a informação sobre o escalão em que será enquadrado, a taxa aplicável ao seu caso e, finalmente, o pagamento mensal.

Adicionalmente, mesmo que a Segurança Social já tenha feito as contas por si, convém confirmar, não seria o primeiro caso em que estariam erradas.

Esperamos que lhe seja útil; utilize e divulgue pelos seus contactos.

Calculadora Segurança Social trabalhadores independentes

Contabilidade Organizada?
Tipo de actividade:
Valor de prestações de serviços (geral):
Valor de prestações de serviços (atividades hoteleiras e similares, restauração e bebidas):
Valor de vendas:

Como sempre, caso tenha alguma dificuldade ou encontre algum problema, por favor deixe um comentário.

Partilhe:

438 comentários a Calculadora Segurança Social trabalhadores independentes

  1. Olga Dezembro 28, 2016 at 11:44 #

    Olá bom dia, será que me podem esclarecer o seguinte? Sou trabalhadora independente, contabilidade não organizada e sujeita a regime de iva.

    Todos os meses a entidade para a qual presto serviços paga-me e no pagamento é incluido o IVA que tenho trimestralmente de entregar ao Estado.

    Exemplo: 1000 € de pagamento
    + 230 € de iva
    menos € 250 de retenção na fonte de irs.
    total que me pagam: 980 €
    Apesar de me entregarem 980 €, desse valor eu tenho de entregar ao Estado € 230 € de iva.
    Assim, efetivamente ganhei apenas 750 €.

    A minha dúvida é:
    para efeito de contribuições na segurança social qual é que conta para cálculo?

    Pergunto porque a SS estipulou-me uma prestação mensal de 186 € o que é muiiito.
    Ainda por cima presto serviços a uma única entidade. Ela não deveria pagar uma parte deste valor?

    Outra dúvida, se eu escolher o escalão abaixo, no final do ano poderei ser penalizada? Quais as consequências disso?

    Desde já agradeço a ajuda.
    Cumprimentos

  2. Jorge Castro Guedes Janeiro 18, 2017 at 2:35 #

    Podem esclarecer-me de qual o rendimento bruto anual necessário (aproximadamente) para um trabalhador independente receber LÍQUIDO os seguintes valores:
    – 7200 euros.
    – 11400 euros.
    obrigado

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa