Atalhos

Subsídios: duodécimos ou por inteiro, último dia para optar


Há poucos dias referimos que estava na altura de decidir se queria receber 50% dos subsídios de férias e de Natal em duodécimos ou a totalidade nas datas habituais. No seguimento, informamos que HOJE (segunda-feira, 04 de Fevereiro) É O ÚLTIMO DIA para comunicar a sua escolha à entidade patronal e CASO NÃO DIGA NADA a entidade patronal é OBRIGADA A APLICAR o regime dos DUODÉCIMOS.

Resumindo:

  • Se quiser receber 50% dos subsídios em duodécimos e os restantes 50% nas datas habituais, não precisa de fazer nada que a entidade patronal é obrigada a aplicar esse regime.
  • Se quiser receber os subsídios por inteiro nas datas habituais, tem obrigatoriamente de comunicar essa vontade à entidade patronal, preferencialmente por escrito, e até ao final do dia de hoje (segunda-feira, 04 de Fevereiro).

Se ainda está com dúvidas, sugerimos que consulte os seguintes recursos:

Boas escolhas.

Última actualização: 28/10/2013

Partilhe:

, ,

3 comentários a Subsídios: duodécimos ou por inteiro, último dia para optar

  1. Fox Fevereiro 4, 2013 at 12:41 #

    Estou a pensar em aceitar o pagamento dos duodécimos a 100% será que podem por essa opção na calculadora?

    Obrigado.

  2. Pedro Fevereiro 4, 2013 at 14:00 #

    Muitos argumentam que é preferível receber o subsídio todo junto, no entanto acho que esse entendimento só revela falta de bom senso. Se o querem todo junto porque não juntá-lo numa conta poupança no banco ou juntá-lo debaixo do colchão? Importa relembrar os mais distraídos que muitas empresas nem sequer pagam os subsídios aos trabalhadores e esta medida acaba por obrigá-los a pagar parte do que devem e que já vulgarmente deixam de o fazer com a desculpa da “CRISE”. Como exemplo deste procedimento temos a empresa XXXXXXXXX, que por decisão do seu proprietário o “Senhor” XXXXXXXXX, alguns trabalhadores têm em falta o pagamento dos subsídios de férias de 2010, 2011 e de 2012, para além ainda do subsídio de Natal de 2012. É óbvio que o pagamento do subsídio em duodécimos irá garantir aos trabalhadores uma pequena parte do pagamento a que têm direito.

    • Pedro Pais Fevereiro 4, 2013 at 16:08 #

      Este comentário foi editado porque este não é o local para fazer acusações pessoalizadas.

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa