Atalhos

Subsídios por duodécimos para 2014


A confirmarem-se as notícias recentes, em 2014 os trabalhadores do privado poderão novamente escolher se querem receber 50% dos dois subsídios por inteiro ou por duodécimos. Se se repetir a tendência do início deste ano, em geral as pessoas escolherão receber os subsídios por inteiro, o que aliás “confirmámos” através de uma pequena sondagem na página do FinancasPessoais.pt no Facebook.

Sobre este tema, o que temos a dizer é que em termos puramente financeiros a melhor opção seria sem dúvida receber por duodécimos. Contudo, este ganho financeiro será geralmente muito baixo e a gestão das finanças pessoais faz-se acima de tudo pela implementação de mecanismos (incluindo mecanismos psicológicos) que garantam uma adequada poupança.

Quando recebemos o subsídio por inteiro é fácil pegar numa parte desse dinheiro e colocar numa poupança/investir, uma vez que é uma situação que só acontece 2 vezes por ano e a poupança que se pode obter de cada vez é palpável. Ora, se repartirmos esse valor por 12, então seria necessário fazer esse “esforço” 12 vezes, o que como sabemos dificilmente passaria de boas intenções.

Portanto, a nossa sugestão geral é deve optar por receber os subsídios por inteiro, quando chegar a hora de decidir. Se for uma pessoa ultra-organizada e com uma capacidade rigorosa de poupar todos os meses, então deve ponderar optar por receber os subsídios em duodécimos, sempre lhe renderá mais uns tostões no final do ano.

Qual é a sua opinião?

Última actualização: 28/10/2013

Partilhe:

, ,

35 comentários a Subsídios por duodécimos para 2014

  1. Susana Pinto Fevereiro 25, 2014 at 12:51 #

    Bom Dia

    Alguém me sabe dizer se é legal pagar a 100% os duodécimos?

    Obrigada,

    • Joaquim Felix Março 6, 2014 at 11:57 #

      Não entendo o que quer dizer 100% será o valor do duodécimo sem descontos? penso que não é isso.

      Os Duodécimos, por lei, as empresas foram obrigadas a pagarem os duodécimos, metade de cada 1 deles, 1/24 + 1/24 = 1/12 ou seja metade do duodécimo de subsídio de Férias e metade do subsídio de Natal. Perfaz a soma de 1/12. Quando na altura de os pagar, só é pago 50% de cada subsídio.

      Mas a lei também diz que nas empresas em que as pessoas são efectivas, não estão a contrato, por iniciativa delas por escrito podem requerer não receber o duodécimo. Nestes casos quem não responder por escrito a empresa é obrigada a pagar em duodécimo.

      Os descontos são porporcionais ao desconto do vencimento normal.

      cps
      J.Félix

  2. GFernandes Março 6, 2014 at 10:01 #

    Tenho a mesma dúvida que a Susana!

  3. Paula Março 9, 2014 at 1:50 #

    Alguém me sabe dizer se os funcionarios publicos este ano recebem o subsidio de ferias no respetivo mês, ou só nos vão pagar novamente em Novembro?

    • Paula Março 13, 2014 at 23:53 #

      o site que me deixou como resposta, explica a situação do ano transato e não do corrente ano! continuo com a duvida, quando vamos receber os subsidios de ferias em 2014?

    • cenas Junho 16, 2014 at 14:07 #

      “O pagamento do subsídio de Férias e Natal em duodécimos entrou em vigor em 2013 e mantém-se no ano de 2014, de acordo com o Orçamento de Estado 2014.” – Mantém-se em 2014.

  4. raquel Abril 14, 2014 at 14:13 #

    boa tarde,

    no ano de 2013 recebi em duodecimos, mas no ano de 2014 decidimos receber os subsidio por inteiro, quanto é que vamos receber? uma vez que a entidade patronal diz que os subsidios sao referentes ao ano que passou e nao ao ano em que estamos, sou efetiva desde novembro de 2012

  5. Hélder Antunes Outubro 14, 2014 at 18:03 #

    O subsídio de férias e Natal que são pagos em duodécimos o seu vencimento é nas datas estipulada pelo código do trabalho, ou vencem-se no final do mês que são pagos?

    Alguém sabe?

    Obrigado

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa