Atalhos

A dieta que funciona



Fita métrica

O título deste artigo é, sem dúvida, publicidade enganosa. Na minha opinião não existem dietas* que funcionem, pelo menos a longo prazo.

A realidade é que quando consideramos fazer dieta estamos a pressupor um sacrifício, algo que nos custará imenso mas que ao fim de um certo período irá resultar numa perda de peso. O problema é que sendo um sacrifício não estamos dispostos a continuá-la ad eternum, resultando nas inevitáveis perdas e ganhos de peso e correspondentes desequilíbrios físicos, emocionais e psicológicos.

OK, mas eu preciso mesmo de perder peso – o que faço?

Mudança de estilo de vida

Uma mudança positiva do estilo de vida é a única forma real, segura e continuada de perder peso e, acima de tudo, ser uma pessoa mais saudável.

Mas o que é isto de mudança de estilo de vida? É essencialmente alterar as nossas rotinas e hábitos com o objectivo de nos sentirmos globalmente melhor.

Ainda mais importante: a noção de mudança de estilo de vida implica que seja um compromisso para toda a vida, ou seja, um conjunto de posições a adoptar que, apesar de algum possível esforço inicial, não representa um sacrifício diário e continuado. O seu estilo de vida deve proporcionar-lhe equilíbrio físico mas também psicológico e emocional, caso contrário será apenas um esforço em vão.

O seu estilo de vida deve ser agradável.

Passar à acção

Estilo de vida saudável

Cada um saberá quais os passos e medidas a adoptar para melhorar o seu próprio estilo de vida, sendo que o essencial é pensar no assunto como um mudança para o resto da vida e assumir o compromisso como um equilíbrio saudável entre prazer e saúde.

De qualquer forma existe um conjunto genérico de acções que aconselho:

  • Andar mais – uma forma agradável de conviver com a sociedade e de fazer algum exercício;
  • Comer menos e mais lentamente – ter prazer ao comer mas reconhecer que não é necessário ficar enfartado para ficar satisfeito;
  • Comer melhor – escolher com mais critério as suas refeições. Um bife grelhado é tão ou mais saboroso que um frito mas muito mais saudável;
  • Dormir mais e melhor – o número de horas que necessitar para ter um sono reparador, sem ruídos, luzes ou outros elementos perturbadores;
  • Ter momentos para comer aquela guloseima tentadora – a vida também é feita de momentos doces. Não há problema em fazer umas asneirinhas se as mesmas se enquadrarem, de forma equilibrada, no seu estilo de vida.

Agora que lhe deixei umas ideias e sugestões sobre a importância de ter uma vida mais agradável, resta-me desejar-lhe “Boa Sorte”!

* dietas no sentido de “regime especial de alimentação”

Última actualização: 22/06/2007

Partilhe:

21 comentários a A dieta que funciona

  1. Luisa Dezembro 28, 2007 at 14:23 #

    Desculpa-me disconcordar contigo…é um facto que não existem dietas milagrosas mas existem dietas que com algum cuidado e que respeitando algumas coisas tão básicas como intervalos de tempo certos para cada tipo de comida, e aprender a conhecer o seu corpo consegue-se perder uns quilinhos 🙂 …bjinho

  2. Ana Fontes Maio 2, 2009 at 11:21 #

    Simpatia para emagrecer de Chico Xavier

    Sábado pela manhã, coloque 1 / 2 copo de água e dentro dele o número de grãos de arroz correspondente aos quilos que você deseja perder, não coloque grãos a mais do que o desejado, pois os quilos não serão recuperados. à noite beba a água deixando os grãos de arroz, completando novamente com 1 / 2 copo de água. Domingo pela manhã em jejum beba a água deixando os grãos de arroz, completando novamente com 1 / 2 copo de água. Segunda-feira pela manhã em jejum, beba a água com os grãos de arroz juntos.
    Obs: 1- Conserve o mesmo copo durante o processo, 2- Não faça regime pois a simpatia é infalivel, 3- Tire o número de cópias correspondente aos quilos que deseja perder 4- Começe no sabado feira após distribuir as cópias, 5- Publique na mesma semana .
    Boa Sorte

  3. Matilde Junho 3, 2009 at 10:01 #

    Entrei no seu blog por acaso quando estava a pesquisar no google sobre emagrecimento. Ggostei das dicas, de facto, não existem dietas milagrosas (digo por experiencia propria, eu que ja sofri de disturbios alimentares.

  4. pedro martins Julho 29, 2009 at 22:37 #

    dietas é uma palavra que não significa um regime transitório. Eu escolhi uma dieta fabulosa, a alimentação crua.
    A Isabel, nos seus cursos em Lisboa é uma verdadeira “mestre” e mostrou-me como posso realmente melhorar a minha vida, gastando menos dinheiro, e, com imenso sabor. Ah, e claro, perdi em 4 meses 12 kg, e, e estou com o peso perfeito, coisa que há muito que não tinha.
    O blog dela, para quem esteja interessado é: http://www.iswari-comidaviva.com/

  5. Sara Agosto 24, 2009 at 15:05 #

    Cada vez mais as dietas referem-se aos hábitos alimentares individuais. Cada pessoa tem uma dieta específica (saudável ou não). Cada cultura costuma caracterizar-se por dietas particulares. Contudo, em termos gerais, o uso popular desta palavra costuma apenas definir dieta como uma forma de conter o peso e manter sua saúde em boa condição.

    Para seguirmos uma dieta, convém consultar um médico ou nutricionista, a fim de conhecer a dieta adequada ao seu organismo. Muitas vezes, preferimos sermos nós a escolher a nossa alimentação, tendo em conta toda a informação que nos é facultada.

    A escolha de alimentos certos na proporção correta, bem como a prática de exercício físico com orientação de um especialista, evitando uma vida sedentária, são considerados fatores essenciais para a manutenção da saúde. Uma “dieta” restritiva e que não tenha em conta as necessidades do organismo poderá ter efeitos desastrosos. Por isso, uma adequada avaliação nutricional individual evita desequilíbrios na dieta que podem levar a problemas de saúde, tais como deficiências nutricionais específicas ou calórico-protéicas e o excesso de peso ou obesidade. também, ter uma vida saudável não é fazer apenas dieta, é não ter uma vida sedentária.

    Por experiência própria não abdique do exercício físico é fundamental!

  6. JRibeiro Agosto 24, 2009 at 15:34 #

    Aconselho a darem uma vista de olhos a este tópico: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1856.0.html

    E como conselho final, mexa-se.

    Onde quer que esteja e como quer que esteja, nem que seja a ler. Aliás, “ler não engorda”

    Cumps

  7. JRibeiro Agosto 24, 2009 at 15:43 #

    Como complemento ao que disse anteriormente aqui fica a ideia mais completa.

    Evite permanecer muito tempo parado em pé ou sentado sem mexer as pernas. Fazer pequenas pausas para ir à casa de banho mais distante, tomar café no outro lado da rua, ou falar pessoalmente com o colega que trabalha no andar de cima, são algumas sugestões que contribuem para uma boa circulação sanguínea.

    Cumps

  8. Teresa gomes Setembro 12, 2009 at 1:24 #

    ola
    Em relação a simpatia dos grãos de arroz, não percebi o que quer dizer tirar as cópias!
    Cópias de que? E pública-las a onde?
    Agradecia que me explica-se melhor como funciona !

    Obrigado!!

  9. ayna Janeiro 31, 2011 at 16:20 #

    Numa quarta-feira de manhã, coloque dentro de 1 copo o número de grãos de arroz correspondente aos quilos que você deseja perder e acrescente água filtrada até a metade. Não coloque mais grãos além dos quilos que deseja perder, pois os quilos perdidos não serão recuperados. À noite, beba a água, deixando os grãos de arroz e coloque novamente água filtrada até a metade do copo. Repita esse mesmo ritual na quinta-feira. Na manhã da sexta-feira, em jejum, beba a água junto com o arroz. Você deve utilizar o mesmo copo durante os 3 dias e divulgar essa simpatia na mesma semana. O copo, depois de lavado, pode ser reutilizado.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Sorvete, picolé, cerveja, água de coco …. Ah o verão! « Salto Alto - Novembro 1, 2007

    […] Pedro e o blog há umas dicas que substituem aquelas dietas milagrosas… que nada têm de saudáveis e […]

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa