Atalhos

A importância de diversificar

Na teoria

Diversificar é não colocar todos os ovos no mesmo cesto. Diversificar é dividir o nosso investimento (os ovos) por diferentes (cestos) tipos de produtos, sectores económicos, pontos geográficos, moedas, empresas e demais critérios.

Quem já tenha dedicado um pouco do seu tempo a ler sobre investimentos, sabe que a máxima da diversificação é frequentemente invocada. O objectivo é que o nosso investimento não esteja demasiado exposto a um determinado factor (risco específico), tentando que apenas tenhamos de nos preocupar com o risco de mercado.

Na prática

Isto na teoria é tudo muito interessante, mas na prática é que se pode ver o que significa não diversificar.

Imagine que há 3 meses tinha decidido investir todo o seu dinheiro no sector financeiro (bancos e seguradoras), sem ser numa empresa específica. Era perfeitamente normal que tivesse obtido perdas de -15% a -20%.

Agora imagine que investiu no sector financeiro mas numa empresa em particular – BPI. Nesses mesmos três meses passou de quase €6 para perto de €3. Uma perda de -40% a -50%.

Por fim, imagine que investiu no banco americano Bear Stearns (um banco americano que factura 7-8 vezes mais do que o BCP). Neste período a cotação desta empresa passou de mais de $90 por acção para menos de $5. Uma perda de -90% a -95%.

Tudo isto para explicar que a diversificação não é apenas conversa. Para um investidor, diversificar é essencial. Dei o exemplo do sector financeiro, mas ao longo dos anos é fácil encontrar muitos outros, como a desvalorização do dólar ou a bolha tecnológica de 2000/2001.

Portanto, quando pensar em apostar tudo numa empresa, num país, num sector ou numa moeda, lembre-se que o azar pode bater à porta. Com força.

Última actualização: 24/11/2014

Partilhe:

,

7 comentários a A importância de diversificar

  1. André Bicudo Larrubia Março 20, 2008 at 18:13 #

    Olá. Quando se trata de renda variável, colocar todos os ovos em uma cesta é um perigo! Principalmente em momentos de crise como o atual. Abs!

  2. Sérgio Santos Março 24, 2008 at 18:08 #

    Boa Tarde Pedro,
    Hoje li um artigo interessante sobre a questão dos rendimentos anunciados pelos bancos nos depósitos a prazo, neste link:
    http://www.jornaldenegocios.pt/default.asp?CpContentId=313887

    Há algum tempo, fez um belo artigo de comparação dos diversos produtos existentes na altura. Que tal rever esse artigo e actualizá-lo. Certamente ajudaria bastantes pessoas que passam por cá.

    Muito Obrigado desde já pela informação que disponibiliza aqui, abdicando do seu tempo pessoal em prol da comunidade de leitores.

    Cumprimentos

    Sérgio R. Santos

  3. Pedro Pais Março 25, 2008 at 21:16 #

    Obrigado Sérgio.

  4. André Bicudo Larrubia Abril 7, 2008 at 2:54 #

    Olá, caro Pedro. Veja se volta a escrever! Espero que esteja de férias! Abraço

  5. Michele Maio 31, 2008 at 19:18 #

    Oi pessol, este blog é muito interessante, aqui aprendi muito. Obrigada aos organizadores. Realmente o que vale é diversificar, a consicencia disto é muito importante para nós investidores e futuros investidores.
    Estou adorando todos os artigos aqui.

    Gostaria de contribuir tambem com voces do blog e principalmente os iniciantes, foi um curso que fiz onde aprendi muita coisa sobre investir.

    http://www.portalcmc.com.br/comoinvestir.htm

    Abraços pessoal, agora sou leitora assidua.
    Bjs
    Jana

  6. claudia moreira Junho 17, 2008 at 13:25 #

    Olá Pedro.

    Aplicando esta teoria do diversificar e uma vez que tenho muitos problemas em colocar meu dinheiro em produtos de risco, foi-me apresentado um produto pelo banco big: dax retorno absoluto.
    diz lá eu independentemente da variação, eu fico sempre com o capital, ou seja, valoriza tenho ganhos, ams se perder, não perco. achas possível isto? sou uma leiga nestas matérias e não gostava de tomar decisões a longo prazo (o fundo é um ano) e por valores tao elevados ( € 2.500).

    podes ajudar-me?
    obrgada
    claudia moreira

  7. Pedro Pais Junho 17, 2008 at 23:38 #

    Olá Cláudia.

    O tipo de produtos que refere é relativamente comum, até. Contudo, tens de te perguntar é se não ganhares nada (i.e., uma valorização de 0%) como te vais sentir ao saber que podias ter ganho 5% num depósito a prazo? 🙂

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa