Atalhos

Agendamento de pagamentos com o Boonzi

No início de 2013 anunciámos o lançamento do Boonzi, uma excelente ferramenta de gestão de finanças pessoais, que recomendamos (use o código financasB para um desconto de 25%, até 31 de Maio). Com a disponibilização da versão 1.5 do Boonzi, temos o prazer de revelar em primeira mão uma funcionalidade muito requisitada: agendamento de pagamentos.

O agendamento de pagamentos, como o nome indica, permite-lhe criar no Boonzi uma indicação de pagamentos a efectuar no futuro, recorrentes ou pontuais. Para além de servir como agenda, lembrando-o dos compromissos que se seguem, o Boonzi pode automaticamente criar a respectiva transacção.

Este novo conjunto de funcionalidades traz vantagens ao nível da lembrança de pagamentos, gestão do orçamento e na criação automática de transacções, que abaixo detalhamos.

Boonzi - agendamento de pagamentos

Lembrança de pagamentos

Ao poder agendar os seus pagamentos, de forma recorrente, facilmente irá lembrar-se do pagamento de impostos (por exemplo o Imposto Único de Circulação, de carácter anual), seguros, condomínio e outras despesas que têm um carácter repetitivo. Assim, evita eventuais multas, cortes de serviço e outros efeitos indesejados.

Gestão do orçamento

Tendo agendado no Boonzi os pagamentos futuros, será mais fácil gerir o seu dinheiro e perceber se é boa altura para fazer aquele investimento ou aquela compra significativa, ou se necessita de “conservar” esse dinheiro para fazer face a despesas agendadas, que pode consultar logo no ecrã principal do Boonzi.

Criação automática de transacções

Com a opção de criar automaticamente transacções com base no agendamento de despesas, torna-se fácil incluir na lista de transacções repetitivas, com valor exacto ou aproximado que depois pode corrigir quando conhecer o seu valor final. Esta funcionalidade de criação das transacções é especialmente útil se não utilizar a função de importação de extractos, mas se for adepto da importação (como nós somos), pode utilizar este mecanismo para criar automaticamente despesas em dinheiro repetitivas, tais como o café matinal ou o valor diário do parquímetro.

 

Feedback

Estamos muito entusiasmados com este novo pacote de funcionalidades do Boonzi, que reforça o seu papel como ferramenta de excelência para gestão das finanças pessoais. Qual é a sua opinião?

Se ainda não usa o Boonzi, use o código financasB para obter um desconto de 25%, até 31 de Maio.

Última actualização: 28/10/2013

Partilhe:

, , ,

6 comentários a Agendamento de pagamentos com o Boonzi

  1. Rui Almeida Maio 25, 2013 at 8:41 #

    Já fui testar e verdadeiramente adorei, mas o tema do dia é mais o palhaço do Miguel Sousa Tavares e de todos nós!

    http://pantominocracia.blogspot.pt/2013/05/o-palhaco-do-miguel-sousa-tavares.html

  2. Ana Rita Vieira Maio 31, 2013 at 17:32 #

    O desconto não é verdade… Há pouco tentei comprar, e diz que o código está expirado… mas hoje ainda é dia 31.
    Gostaria de comprar, mas só o farei se tiver o desconto.
    Mandei uma informação para eles, já que não têm telefone disponível.

    Cumprimentos,
    Ana Rita Vieira

  3. Rui Almeida Junho 2, 2013 at 9:53 #

    Pois agora já expirou mesmo, pena é que não tenha sucedido o mesmo aos swaps do governo…. terem expirado!

    http://pantominocracia.blogspot.pt/2013/06/os-condenados-dos-swaps.html

  4. Pedro Junho 4, 2013 at 18:59 #

    Boa tarde,
    A Calculadora Segurança Social trabalhadores independentes não considera a nova taxa para 2013:
    Alteração da taxa contributiva dos Trabalhadores Independentes – como proceder

    Comunicação através da Segurança Social Direta

    Desde 1 de janeiro de 2013, os Trabalhadores Independentes (TI) que sejam empresários em nome individual ou titulares de estabelecimentos individuais de responsabilidade limitada (EIRL), que exerçam em exclusivo qualquer atividade comercial ou industrial, e os respetivos cônjuges que com eles exerçam efetiva atividade profissional com caráter de regularidade e de permanência, passaram a contribuir para o respetivo regime de Segurança Social pela taxa contributiva de 34,75%, uma vez que passam a estar protegidos em caso de desemprego.

    Neste sentido, e de forma a garantir a proteção em caso de desemprego, os Trabalhadores Independentes, que se encontrem numa das situações acima descritas, devem comunicar esse facto através do serviço Segurança Social Direta, com vista à atualização dos seus dados e, sendo o caso, correção da respetiva taxa contributiva.

    Para o fazerem, os TI devem preencher a minuta Declaração de comunicação da forma de exercício de atividade do TI e enviá-la através da Segurança Social Direta. Caso ainda não tenham acesso à Segurança Social Direta, devem fazer o registo para obterem a respetiva palavra-chave.

    De igual modo, e sempre que se verificarem alterações posteriores que determinem a alteração da sua taxa contributiva, os Trabalhadores Independentes devem comunicá-las no mês em que se verifique o início ou a cessação dessa forma de exercício de atividade.

    É de salientar que a falta desta comunicação, com vista a atualização dos dados e eventual correção da respetiva taxa contributiva, colocam em causa a proteção no caso de desemprego.

    As falsas declarações são punidas nos termos da lei.

    Legislação de referência:

    – Alínea b) do n.º 1 do artigo 134.º, n.º 3 do artigo 141.º e n.º 4 do artigo 168.º, do Código dos Regimes Contributivos, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 66-B/2012, de 31 de dezembro.

    – Artigo 149.º do Código dos Regimes Contributivos e artigos 2.º e 4.º do Decreto – Regulamentar n.º 1-A/2011, de 3 de janeiro.

  5. JCL Setembro 26, 2013 at 12:49 #

    Versão para Android?

Trackbacks/Pingbacks

  1. O que a imprensa diz de nós | Boonzi - Finanças Pessoais | Literacia Financeira | Orçamento Familiar - Setembro 2, 2013

    […] http://www.pedropais.com/agendamento-de-pagamentos-com-o-boonzi-6150.html […]

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa