Atalhos

Amortizar o crédito à habitação: Espere mais 30 dias

Se tem crédito à habitação sabe que quando mais cedo se livrar do assunto melhor, afinal os bancos já ganham dinheiro suficiente.

Até agora as comissões associadas às amortizações antecipadas do crédito à habitação estavam sujeitas a esquemas bancários pouco claros (como é costume nesta indústria), que embora pudessem chegar à isenção de comissão, mais frequentemente atingiam os 1,5% ou 2%.

Esta atitude dos bancos era portanto um significativo obstáculo à amortização antecipada de capital em dívida.

A boa notícia é que hoje foi promulgada pelo Presidente da República, um decreto-lei que determina os valores máximos de comissão sobre amortizações antecipadas em 0,5% e 2%, conforme se trate de empréstimos com taxa variável ou taxa fixa (que é, também quase sempre, um péssimo negócio), respectivamente.

Portanto já sabe, se quiser amortizar antecipadamente o capital em dívida (o que deve fazer sempre que possível), consulte o seu banco, mas o melhor será esperar mais 30 dias até o decreto-lei ser publicado em Diário da República.

Actualização: Segundo um comentário anónimo a lei entra em vigor 30 dias após a publicação em Diário da República, portanto há que esperar mais uns dias 🙂

Última actualização: 02/02/2017

Partilhe:

, ,

37 comentários a Amortizar o crédito à habitação: Espere mais 30 dias

  1. Oliveira Fevereiro 9, 2011 at 15:00 #

    Está tudo feito para os bancos. Segundo o meu contrato só pagava comissão ao banco se o valor a amortizar ultrapassa-se os 20% do valor em dívida. Agora qualquer amortização tenho que pagar 0,5%. Grande vantagem!!!!! Não dão ponto sem nó…

  2. Pedro Pais Fevereiro 9, 2011 at 17:07 #

    @Oliveira,

    Os 0,5% só se aplicam se forem mais favoráveis do que o que estiver no contrato, salvo erro.

  3. Bruno Gonçalves Abril 13, 2011 at 13:39 #

    Boas,

    antes de mais parabéns pelo excelente blog, ao qual tenho recorrido variadas vezes, e já o divulguei por varias pessoas.

    Tenho uma pequena dúvida relativa à amorização.
    Tenho um Crédito Habitação com fiadores, e fui junto da CGD saber o que era preciso para amortizar o crédito.
    Foi-me dito na altura que tinha que ter autorização dos fiadores para fazer amortizações!

    Já estive a ver no contrato e não vejo qualquer referência a esse facto.

    é mesmo assim para todos os créditos ou tem que estar no contrato esse facto?.

    O meu muito obrigado.

  4. Alberto Pinto Junho 7, 2011 at 15:26 #

    Tenho 1 único empréstimo, à habitação, na CGD. Pedi inicialmente 120.000€. Por vencer falta 74.073€. Taxa variável. Tx nominal 1,621%, TAE 3,763%, Tx efectiva 1,633%, Spread 0,300%, prestação mensal actual 263,11€. Paguei 27 prestações, faltam 357.
    Tenho disponível 17.000€. Haverá algum investimento com este montante que seja melhor que amortizar? Agradeçia a opinião de alguém que entenda destas lides… obrigado.

  5. Gonçalo Jesus Junho 7, 2011 at 20:43 #

    Boa tarde _Sr. Bruno Gonçalves,

    Tenho CH na CGD da qual os meus pais são fiadores. Já fiz amortizações de baixo valor (cerca de 1000Euros de cada vez) e nunca me pediraz autorização dos fiadores. Tente saber opinião noutro balcao da CGD ou por telefone.

    Cumprimentos
    GJ

  6. sandra borges Abril 2, 2012 at 11:05 #

    bom dia tenho um credito de 40000e e quero amortizar 5000, tabém pararei juro desse valor na mesma, uma vez que reduzo o nr de anos que estarei a pagar

  7. Raquel Cardoso Março 17, 2017 at 16:51 #

    Boa tarde, eu tenho um Credito Habitação em que pedi 70500 euros em 2009 que foi pedido a 49 anos,e agora quero vender a minha casa ,visto que vou pagar o credito mais cedo e devo 63000 euros o banco diz que não tenho vantagens monetárias por o pagar mais cedo ,isto é dos 63000 que devo vou pagar esta totalidade e não são revistos os juros isto funciona assim?obrigado

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa