Atalhos

Poupança prática



Simples gestos como apagar as luzes dos compartimentos que não estamos a usar, fechar a torneira quando lavamos os dentes, usar a descarga mais fraca do autoclismo quando não é necessária a mais forte, fechar a torneira quando estamos a “ensaboar” a loiça, podem não render milhares, mas incutem em nós o espírito da poupança.

No entanto, há outros gestos que fazem realmente diferença no orçamento familiar. De grosso modo, vêem-me à mente:

  • Tomar o pequeno-almoço em casa. Nada como tomar um belo pequeno almoço em casa. Com direito a uma peça de fruta, um iogurte, cereais, uma torrada, até mesmo uma tosta, leite, café. Alem de ser mais económico é sem dúvida mais saudável e equilibrado. Uns simples 2 a 3 euros diários podem render ao fim do mês 90 euros. E para isso não necessita de se levantar muito mais cedo, porque, não esqueça, também perde tempo quando o toma no café.
  • Levar qualquer coisa para almoçar no trabalho também é uma boa opção. Hoje em dia grande parte das empresas dispõe de um local, basicamente equipado, para aquecer o almoço. Por experiência própria sobra sempre qualquer coisa do jantar que se pode utilizar para o almoço. Para quem não tem essa facilidade, umas sandes, uns iogurtes, uma salada e fruta são boas alternativas, mesmo que não diariamente, ao restaurante. Além de poupar cerca de €200/mês, tem o prazer de não ficar a cheirar a fritos depois da refeição.
  • Supere a tentação de comprar várias revistas semanais, ou diversos jornais diários. Naturalmente as grandes noticias são as mesmas em toda(os)s. Assistir ao telejornal, coloca-nos de modo geral bem informados.
  • As crianças naturalmente estão a crescer. Assim não abuse na compra de roupas. Rapidamente deixarão de lhes servir. Se o número de peças for exagerado para as necessidades da criança, depressa verificará que no fim da estação foram pouco usadas. O mesmo se aplica aos sapatos.
  • O mesmo para si. Aposte nos básicos e de cores neutras. Um bom fato, de bom corte, de cor neutra, facilmente poderá usar por vários anos. Pequenos detalhes farão a diferença. Uma gravata ou uma camisa, no caso dos homens. Um colar ou uma echarpe para as mulheres. São itens baratos com os quais poderá variar bastante, dando-lhe logo uma aparência diferente. Um bom par calças e/ou saias podem ser combinadas com variadíssimos tops, camisas, casacos, túnicas etc.
  • Atenção aos serviços de televisão por cabo. Facilmente pode aderir a um pacote, do qual não vai usufruir. Para quê tantos canais se dificilmente os vê a todos?
  • Muitas pessoas ao comprar um carro, raramente se dão conta que o custo inicial não é o custo real do carro. Não se esqueça dos consumos, dos seguros, das revisões, das inspecções e nem do “selo”. Por vezes faz-se um “sacrifício” para comprar o carro dos sonhos, esquecendo-se que as despesas correntes são bastantes elevadas. Um carro de alta cilindrada, bastante equipado, não tem os mesmos valores de manutenção de um carro mais básico.
  • Tem a sua família real necessidade de ter dois ou mais carros? Com organização não poderão reduzir o número de viaturas? Por vezes mais vale andar esporadicamente de táxi, do que ter um carro parado, somente para as eventualidades.
  • Os passeios de fim-de-semana são deveras uma tentação. O passeio num shopping é certo e sabido que termina numa compra, nem sempre necessária e muitas vezes evitável. Existe uma grande diferença entre o essencial e o desejado, em especial porque a lista do que se deseja não tem fim. Experimente um passeio ao ar livre. Parta à descoberta da sua cidade. Vai ver que existe muitos pormenores que desconhecia.
  • Vença a tentação de usar o telemóvel, para um simples “Está tudo bem?”, “Chegaste bem?” ou “Demoras muito?”. Se não se lembra, até há pouco tempo o telemóvel não existia e todos nós passávamos bem sem ele. Claro que faz falta, mas use com ponderação.

É claro que cada um tem as suas prioridades e prazeres. O que para uns é um prazer, para outros é algo a que não dão qualquer importância. Utilize o seu dinheiro em necessidades e em algo que lhe dê realmente prazer, para não correr o risco de o gastar e nem sequer saber em quê. Use-o com moderação e critério.

Artigo escrito por Sofia Pereira, no âmbito do passatempo “A Bolsa Para Iniciados”.

Última actualização: 24/11/2014

Partilhe:

20 comentários a Poupança prática

  1. 激情聊天室 Novembro 28, 2008 at 19:58 #

    uma pescadinha de rabo na boca: …temos de poupar … se pouparmos… não consumimos … não produzimos… logo, promovemos a crise!

  2. bruno Dezembro 3, 2008 at 9:54 #

    onde andas Pedro?

  3. Nuno Dezembro 7, 2008 at 23:34 #

    Estranho… Já há muito tempo que não há novidades…

  4. Pedro Pais Dezembro 8, 2008 at 22:37 #

    Têm sido tempos um pouco mais atarefados, mas não me esqueci do blog 🙂 Espero quanto antes resumir a publicação normal.

  5. Nuno Abrantes Dezembro 30, 2008 at 14:07 #

    Boa tarde,
    Os portugueses procuram geralmente soluções mágicas e repentinas para ganhar dinheiro.
    O comentário está excelente e descreve actos quotidianos, que apesar de não renderem fortunas, acabam por atingir os objectivos: Evitar gastos desnecessários.
    Uma pessoa uma vez ensinou-me uma regra muito importante: O truque não está no ganhar, mas sim no gastar (Poupar).
    Cumprimentos

  6. PT Janeiro 11, 2009 at 18:23 #

    Mais umas dicas:

    -Utilizar lampadas de baixo consumo;
    -Colocar uma garrafa de 1,5 L com água dentro da cisterna dos autocolismos, reduzindo assim a quantidade de água desperdiçada em cada descarga;
    -Verificar a borrachas das torneiras e autocolismos (uma pequena fuga representa muitos milhares de litros por mês, pessoalmente posso afirmar que num mês gastei 5 m3 a mais do que era normal!!!);
    – Utilizar as boias dos autocolismos no nivel mais baixo;
    -Ter um balde no quarto de banho para aproveitar a água do chuveiro que normalmente desperdiça à espera que chegue a água quente;
    – Manter as portas e janelas bem calafetadas;
    -Verificar se o horário do termoestato do aquecimento está de facto adaptado aos seus horários (de nada serve aquecer uma casa vazia);
    -Procurar usar os electrodomésticos de maior consumo nos horários de vazio (se o horário de início for muito tarde para o seu tempo de sono utilize temporizadores)
    -Faça uma lista de compras e evite passear pelos corredores do supermercado;
    – Pague as suas compras com dinheiro (nas compras de 2ª necessidade você vai pensar mais se de facto precisa do artigo.

    São alguns dos que uso no meu dia a dia

    Um Abraço

  7. Paulo Batista Janeiro 26, 2009 at 17:42 #

    Não ir às compras quando se está com muita fome.

  8. MARIA Fevereiro 2, 2009 at 11:16 #

    Bom dia
    Antes de mais muitos parabens por este blogue, cujas dicas me têm sido muitos uteis no meu dia a dia.
    Espero com alguma ansiedade de saber qual a taxa de referencia da Euribor do mês de janeiro, para puder fazer contas ao meu credito de habitação.
    Obrigada

  9. Miguel Anjo Fevereiro 10, 2009 at 14:38 #

    Nos custos do carro, segundo as minhas contas para 30km diários, incluindo o estacionar o carro e semáforos (onde o consumo é de uns 15l/100km), fica por 150euros/mês, ou 7,5euros/dia (semana). Um passe de transportes públicos + algumas idas em taxi fica mais barato. E não nos temos de preocupar em arranjar lugar para o carro nem com multas.
    Também a experimentar é a bicicleta para distâncias curtas (essencialmente para quem trabalha a <5km de casa) e o sistema de carsharing que a Carris tem em Lisboa.
    Nos preços do carro contar: gasolina, seguro, multas, revisão, arranjos, desvalorização do carro. E para além disso: paciência e tempo, que também são dinheiro.

  10. Melanie Cardoso Maio 5, 2009 at 17:15 #

    Boa tarde.
    Gostaria de vos dar uma sugestão que talvez possam incluír no vosso site como referância às mulheres.
    Não se já tem conhecimento da Okoball Pink?Eu uso e gosto bastante.
    Para qualquer informação adicional visitem o site http://www.okoball.com.
    Obrigado.

    Melanie Cardoso

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa