Atalhos

Poupar impressões

Na maior parte dos casos poupar tem o significado duplo de poupar dinheiro e poupar o ambiente. Por exemplo, reduzir o consumo de água ajuda-nos a poupar na factura da água e também ajuda a desenvolver uma sociedade mais sustentável.

A sugestão que trago hoje – poupar no número de impressões – possibilita a dupla poupança de que falo. Quantas vezes, quer pessoalmente quer em termos profissionais, imprimiu um determinado documento que rapidamente passou para uma certa pilha de arquivo ou mesmo para o lixo? Pois bem, está na hora de melhorar esse hábito.

A primeira forma é utilizar mais o arquivo digital e menos o arquivo em papel. O mais simples é a utilização de uma impressora de PDFs. Sabia que assim pode gravar versões digitais (em PDF) de qualquer coisa que fosse passível de ser impressa? Documentos, sites, imagens, e-mails e tudo mais. Vai ver como é simples.

Outra maneira complementar de poupar no número de impressões é utilizar modos alternativos de impressão. Destaco a impressão em dupla face, que muitas impressoras hoje facilitam, e a impressão de múltiplas páginas numa só.

Estou certo que estas pequenas dicas o irão a ajudar a poupar algum dinheiro (papel + tinta + espaço de armazenamento) e, talvez acima de tudo, ajudar a desenvolver um Mundo mais agradável para todos.

Aproveite para deixar as suas dicas de poupança no fórum. Contamos consigo.

Última actualização: 24/11/2014

Partilhe:

5 comentários a Poupar impressões

  1. Liliana Martinho Maio 20, 2008 at 9:49 #

    Olá! 🙂 parabens pelo artigo 🙂 de facto é possivel poupar muito dinheiro e em simultaneo proteger o nosso planeta :)vou deixar aqui mais algumas dicas:

    Beijinhos

    Use somente pilhas e baterias recarregáveis
    É certo que são caras, mas ao uso em médio e longo prazo elas se pagam com muito lucro. Duram anos e podem ser recarregadas em média 1000 vezes.

    Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes
    Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbónico anualmente.

    Escolha electrodomésticos de baixo consumo energético
    Procure por aparelhos com o selo do Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).

    Não deixe seus aparelhos em standby
    Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um electrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.

    Use a máquina de lavar roupas/louça só quando estiverem cheias
    Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, seleccione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-loiças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.

    Tome banho de chuveiro
    E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.
    .
    Nunca é demais lembrar: recicle
    Recicle no trabalho e em casa. Se a sua cidade ou bairro não tem recolha selectiva, leve o lixo até um eco ponto..

    Compre papel reciclado
    Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.

    Compre alimentos produzidos na sua região
    Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.

    Ande menos de carro
    Use menos o carro e mais o transporte colectivo ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.

    Lave o carro a seco
    Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a lavagem tradicional, que desperdiça centenas de litros a cada lavagem. Procure no seu posto de gasolina ou no estacionamento do shopping.

    Quando for trocar de carro, escolha um modelo menos poluente
    Apesar da dúvida sobre o álcool ser menos poluente que a gasolina ou não, existem indícios de que parte do gás carbónico emitido pela sua queima é reabsorvida pela própria cana de açúcar plantada. Carros menores e de motor 1.0 poluem menos. Em cidades como São Paulo, onde no horário de pico anda-se a 10km/h, não faz muito sentido ter carros grandes e potentes para ficar parados nos congestionamentos.

    Use o telefone ou a Internet
    A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.

    Vá de escada
    Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia eléctrica dos elevadores.

  2. Edgar Maio 20, 2008 at 10:45 #

    As pilhas recarregáveis são um exemplo gritante! São caras, é certo, mas a verdade é que ao fim de quatro ou cinco utilizações estão pagas.

    Deixem-me só acrescentar um ponto, no que diz respeito ao combustível. Quando andarmos de carro, só o facto de não fazermos acelerações bruscas faz uma enorme diferença no consumo de energia. Também cumprir os limites de velocidade ajuda. Sei bem que todos andamos sempre atrazados para chegar a todo o lado, mas se em vez de 130km/h ou 140km/h andarmos a 120km/h na auto-estrada, o consumo é muito menor do que se possa imaginar. Já sem falar das questões de segurança, claro!

  3. Fernando Maio 20, 2008 at 20:07 #

    O texto está bem e serve como “bengala” na hora de poupar algum dinheiro e contribuir para um ambiente mais sustentável. Já que estamos nisto precisava de uma ajudinha. Estou a pensar mudar o credito de habitação e estou indeciso em algumas matérias. É melhor a actualização trimestral ou semestral? Como se poderia classificar uma TAE de 6,418% e Spread de 0,55? 360 dias é melhor que 365, podemos “obrigar” os bancos a adoptar a segunda? nesta fase, é preferivel optar por uma taxa fixa, que é sempre a mesma independentemente da subida ou descida da euribor, ou variavel, onde temos a ganhar se desce e a perde se sobe

  4. Carlos Junho 25, 2008 at 15:56 #

    Existe um óptimo programa para converter para pdp o PDF2PDF ,e é freeware, basta procurar no google.

    Descobri um site de impressões offset amigo do ambiente http://www.impressao24.com.pt, além amigo do ambiente conseguem reduzir todos aspectos desperdício de produção, ao qual o cliente aproveita muito mais, em suma, preços muito baixos com uma qualidade esplêndida.

    Aqui fica o site http://www.impressao24.pt uma empresa portuguesa do futuro.

  5. eliveira Novembro 14, 2009 at 21:36 #

    Pessoalmente consumo muito as marcas brancas, mas ficaria mais satisfeita se tivessem a indicação do país de origem.

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa