Atalhos

Simulador de Subsídio de Desemprego



Quando o desemprego é iminente ou já uma infeliz realidade, convém saber com o que se conta. Para ajudar, desenvolvemos um simulador para calcular o subsídio de desemprego, que abaixo apresentamos. Com o simulador vai poder consultar a duração do subsídio e os valores a receber durante este período.

De salientar que os dados de remuneração a introduzir referem-se aos primeiros 12 meses dos últimos 14 anteriores à situação de desemprego. Exemplo: se ficou desempregado em Janeiro de 2015, considerará desde Novembro de 2013 até Outubro de 2014, inclusive.

Simulador de Subsídio de Desemprego

Dados contributivos

Dados referentes aos primeiros 12 meses dos últimos 14 anteriores à situação de desemprego

1 Nos primeiros 12 meses dos últimos 14 anteriores à situação de desemprego

Enquadramento em IRS

Situação familiar

Valor mensal inicial:

Valor mensal após 180 dias:

Duração:

Se a 31/03/2012 já tinha 450 dias de descontos nos últimos 24 meses e é a sua primeira situação de desemprego desde 01/04/2012, a duração é de

Partilhe:

162 comentários a Simulador de Subsídio de Desemprego

  1. jose bento Outubro 17, 2016 at 15:33 #

    Peso que a lei diz que sao preciso 18 meses de trabalho para ter o subsudio.
    voce como desempregado de loga duraçao cvai para a reforma de tiver 30 anos de desconto.

  2. Margarida simoes Dezembro 14, 2016 at 16:03 #

    Não entendo estas contas

    Já não se calcula :

    BBC

  3. Margarida simoes Dezembro 14, 2016 at 16:04 #

    Não entendo estas contas

    Segundo as minhas honras tinha direito a 1048€
    Podem explicar-me a origem dos 845,75€ da simulação

  4. Liliana Santos Dezembro 20, 2016 at 21:17 #

    Tendo estado de baixa nos primeiros 11 meses dos primeiros 14 anteriores ao desemprego como se consideram os meses de descontos? 1 ou 12?

  5. Pedro Janeiro 3, 2017 at 20:11 #

    Obrigado

  6. manuel pereira Janeiro 7, 2017 at 13:16 #

    este simulador baseia-se sempre na remuneração fixa. devia pedir a introdução de todos os recibos mensais auferidos pelo trabalhador desde que ficou desempregado. exemplo: mínimo 360 dias de garantia, nos últimos 2 anos. os últimos dias do mês que trabalhou também contam se for preciso, como férias não gozadas. depois só contam 12 meses de remunerações nos últimos 2 anos. mas atenção ao exemplo: se ficou desempregado em janeiro de 2017, só conta a partir de outubro de 2016, as remunerações de 12 meses auferidas, ou seja até novembro de 2015. conclusão: consultar o guia do subsídio de desemprego da segurança social, e não só. ter acesso á segurança social direta para ver as remunerações que lá estão e os dias, que trabalhou, etc.

  7. Alice Silva Janeiro 31, 2017 at 21:32 #

    Boa noite
    Relativamente ao valor do subsidio de desemprego, usei o simulador e confere com o valor que recebo. No entanto gostava que me explicasse se os subsídios de ferias e natal entram para o calculo. Se assim for julgo não estar correto. Ou seja ordenado de 1050€/mês + duodécimo de subs. de ferias e natal=1225€x65%= 796,25€.
    Agradeço o seu esclarecimento.

    • Pedro Pais Janeiro 31, 2017 at 23:02 #

      Este simulador está em vias de actualização face às novas tabelas de IRS.

  8. Ana Sofia Fevereiro 1, 2017 at 18:00 #

    A minha mae trabalhou 1 ano numa empresa, de Fevereiro 2016 a Fevereiro de 2017, mas ja nao trabalhava nem fazia descontos, a uns 3 anos.
    Tem direito a fundo de desemprego??

  9. Lurdes Fevereiro 6, 2017 at 15:39 #

    Boa tarde,

    alguém tem informação se os meses de licença parental são contabilizados como “meses de descontos” ? ou estaria a zero nesses meses.

    nos últimos 12 meses tive 7 meses de licença parental(2 a 100%+5 a 83%).

    se ficar desempregada agora vai afetar no sub. desemprego?

    obrigado

    • Rita Março 31, 2017 at 21:24 #

      Lurdes estou na mesma situação, o que lhe responderam?

  10. Paula Março 17, 2017 at 11:04 #

    Tenho uma duvida…
    Fui despedida de uma actividade dependente com uma base 750€, mas estou com colectada e no ano anterior passei de recibos verdes o valor de 4900€
    Tenho direito o desemprego?
    Estou a ficar desesperada.

    Obrigada

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa