Atalhos

Solidariedade sem custo

O FinancasPessoais.pt tem uma parceria com um consultor da Decisões e Soluções (padrinho pela Helpo de uma menina moçambicana há mais de 5 anos) que lhe permite contribuir para a Helpo sem gastar um tostão adicional.

Helpo

A Helpo é uma organização não governamental para o desenvolvimento, sem fins lucrativos, que leva a cabo projectos de assistência, ajuda humanitária e desenvolvimento comunitário e humano em múltiplos países do Mundo e que se serve, para a concretização das suas actividades, da colaboração dos seus parceiros, associados, funcionários, padrinhos e voluntários cuja motivação se coadune com a Missão, Visão e Valores da Organização.

Pode saber mais sobre a Helpo nesta reportagem da SIC Mulher, nesta reportagem da RTP (minuto 11) ou no site da Helpo.

Saiba como ajudar.

3 comentários a Solidariedade sem custo

  1. Jose Simoes Janeiro 13, 2011 at 23:33 #

    Vocês, logo vocês, a dizerem isso.

    Claro que tem custos, pagos por quem, influenciado por essa publicidade, não compara com com cuidados as cláusulas. Ou pensam que há almoços grátis?

    José Simões

  2. Pedro Pais Janeiro 13, 2011 at 23:56 #

    @José Simões,

    De que cláusulas está a falar? Aqui no blog só aceitámos participar nesta promoção porque o cartão é grátis (não tem qualquer anuidade, mesmo que nunca o use) e porque *todos* os cartões de crédito emitidos ao abrigo desta parceria são activados com a opção de pagamento de 100% do saldo em dívida.

    Se alguém me disser que tem dificuldade em controlar os seus gastos ou que pretende recorrer ao cartão de crédito como forma de financiamento, então digo-lhe que é uma péssima ideia (por inúmeros motivos já várias vezes apresentados), mas isso é geral a todos os cartões de crédito e não exclusivo deste da Unicre.

    Sei perfeitamente dos malefícios dos cartões de crédito quando mal utilizados, mas quando a sua utilização segue regras simples não trazem qualquer problema para o consumidor, pelo contrário. É, simplesmente, o cumprir de duas condições: (1) não gastar mais do que aquilo que pode e (2) pagar o saldo em dívida integralmente.

    Se alguém está a pensar aderir a um cartão de crédito (por um motivo válido), porque não optar por este e dar uma pequena ajuda à Helpo?

  3. Jose Simoes Janeiro 14, 2011 at 10:23 #

    Penso que estava enganado.

    Continuo a não gostar do título, mas vocês, penso que têm razão.

    (reservo-me o direito de voltar a mudar de opinião, depois de alguma investigação…que até se calhar passa por assinar um)

    José Simões

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa