Atalhos

Subscrição confirmada

A sua subscrição está confirmada, obrigado.
Partilhe:

341 comentários a Subscrição confirmada

  1. Anabela Outubro 12, 2017 at 11:39 #

    O meu irmão não desconta para a Segurança Social mas este ano devido a problemas de saúde do meu pai, começou a amanhar as vinhas, já vendeu as uvas a uma empresa tendo passado uma fatura tipo ato isolado, pagará às finanças o IVA e eu gostaria de saber como fazer para começar desde já a fazer os descontos para a Segurança Social.

    Aguardo resposta.

    Obrigado

  2. Joao alberto Matos Janeiro 16, 2018 at 23:17 #

    Fico desde já grato pela resposta possível à seguinte questão:
    Fiz descontos para a Segurança Social em Portugal como trabalhador por conta de outrem durante 31anos, nos últimos 10anos estive ausente do pais e deixei de fazer os referidos descontos; estando a aproximar-se a minha idade para poder usufruir da reforma (tenho 65anos), agradeço que me informem como está previsto que a mesma seja calculada.

    Obrigado
    João Matos

  3. Maria José Mendes Da Silva Guimarães Janeiro 18, 2018 at 10:26 #

    Acabei de usar a vossa calculadora de pensões e não coincide com a que vou receber. Sou pensionista , não casada e verifico que a percentagem de IRS foi 23% quando deveria ser 22,4% .A pensão líquida em 2017 era 2105,25 euros e agora passou para 2132,62 euros. Como reclamar?

    • Miguel Sousa Janeiro 18, 2018 at 23:18 #

      Qual é o valor base?

    • J. Félix Janeiro 18, 2018 at 23:48 #

      Olá, os 23% aplicados são os da Tabela de IRS de Pensões do Continente em 2017.
      Foram pagas as pensões com os aumentos, mas como ainda não tinham saído as tabelas a aplicar em 2018, foram aplicados os valores da tabela de 2017.
      No próximo mês já aplicam os valores atuais, e também devolvem o IRS descontado a mais neste mês.

      Cumprimentos

  4. Nuno Miguel Janeiro 20, 2018 at 18:41 #

    Meu nome é Nuno Miguel e estou a residir no Brasil neste momento e tenho meu CARTÃO ÚNICO CADUCADO.
    E para eu me legalizar aqui no Brasil preciso que meus documentos de Portugal esteja valido.
    E para eu fazer por aqui preciso de um modelo de procuração para as finanças .
    Alguém sabe de um modelo de procuração para esse efeito?

  5. Maria Antonieta Crespo Março 14, 2018 at 14:11 #

    Fico muito grata pela resposta possivel a esta questão:

    Fui funcionária de uma Câmara Municipal, fiz um concurso, que não concordando com a nota, interpus recurso no Tribunal de Circulo em 1998, saindo a sentença oito anos depois, a anular o dito concurso, já eu me encontrava aposentada, assim sentindo-me lesada pedi uma indemnização por danos patrimoniais e morais, à qual me foi concedida (depois de muitos recursos), em 2017.
    Recebi pela dita Câmara as respectivas importâncias impostas pelo acordão do Tribunal Central Administrativo Sul.

    A minha pergunta é:
    Tenho que declarar às Finanças? Se tenho será como o quê`? e em que anexo? e a Câmara não tem que declarar também?
    Espero a vossa opinião e desde já agradeço, pois estou muito baralhada com este assunto.
    Com os meus cumprimentos e grata pela v/ atenção

  6. Marilia cruz Março 14, 2018 at 23:09 #

    As indemnizações quando decretadas judicialmente não são consideradas incrementos patrimoniais, estando isentas de irs. No entanto devem ser suportadas por documento de prova

Deixe uma resposta

FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa